3 tendências do varejo para 2020

Image for post
Image for post

Que a máxima do “o ano no Brasil só começa depois do Carnaval” é falsa todo mundo já sabe. Com dois meses de ano, a economia do país já está a todo vapor para cumprir as expectativas do mercado. No Varejo, por exemplo, a estimativa de crescimento é de 5,3%, de acordo com a CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens Serviços e Turismo).

O varejo está mudando em uma velocidade nunca antes vista. Isso traz desafios e oportunidades gigantes, os dois na mesma proporção. Enquanto a venda física continua se reestruturando, o online continua crescendo e já soma 21% das vendas totais.

Estar atento às mudanças é essencial.

Tendências do Varejo

1. A compra como uma experiência

Uma pesquisa da Salesforce de 2018 já indicava que 4 em cada 5 consumidores

dos consumidores consideram que a experiência criada por uma empresa é tão importante quanto os produtos ou serviços que ela vende.

O que o cliente quer é não ter que se preocupar. Traduzindo: mais do que querer, ele faz questão de passar por uma jornada de compra fluida. Até porque pular para o concorrente é muito fácil com a variedade de varejistas atualmente.

Então se pergunte: o que a sua empresa tem feito pela experiência do seu cliente? Quais são os pontos mais problemáticos? Agora você já sabe por onde começar a desenvolver melhores experiências.

2. Personalização com base em dados

Os consumidores estão cada vez mais dispostos a compartilhar seus dados com as marcas se considerarem que isso resultará em uma melhor experiência ou benefícios, tais como cupons de desconto ou programas de recompensa.

É muito mais uma questão de como utilizar as informações o seu varejo recebe do que se utilizar ou não. Essa personalização pode ser desde algo mais simples, como um cupom de aniversário, até ações muito mais complexas, que envolvam a passagem pela loja física ou recomendações com base no histórico de consumo.

3. Realidade omnichannel

O tempo das chatíssimas ligações de oferta de produtos já passou. Faz tempo. O seu cliente não quer bater papo com você: ele quer resolver os problemas do jeito que quiser, na hora que quiser e no canal que quiser.

O varejo precisa estar presente nos mesmos canais que o cliente e sabendo se adaptar à linguagem de cada um deles de maneira orquestrada para não sobrecarregar o consumidor.

Ser omnichannel é saber integrar todos os meios de comunicação, mas com um foco claro: o consumidor.

A empresa por trás da plataforma de gestão de jornadas omnichannel ‌D1‌ ‌‌Experience‌ ‌Cloud‌.‌

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store